>Predicado II – Preposições

>Preposição é uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, subordinando o segundo ao primeiro. Isso significa que a preposição é o termo que liga substantivo a substantivo, verbo a substantivo, substantivo a verbo, adjetivo a substantivo, advérbio a substantivo, etc. Só não pode ligar verbo a verbo: o termo que liga dois verbos (e suas orações) é a conjunção.
Exemplo: “Os alunos do colégio assistiram ao filme de Walter Salles comovidos”, teremos como elementos da oração os alunos, o colégio, o verbo assistir, o filme, Walter Salles e a qualidade dos alunos comovidos. O restante é preposição. Observe: “do” liga “alunos” a “colégio”, “ao” liga “assistiram” a “filme”, “de” liga “filme” a “Walter Salles”. Portanto são preposições.
O termo que antecede a preposição é denominado regente e o termo que a sucede, regido. Portanto, em “Os alunos do colégio…”, teremos: os alunos = elemento regente; o colégio = elemento regido.

Preposições essenciais: Aquelas que só funcionam como preposição, são elas: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás. Mas existe a contração de algumas palavras. Observação: Na linguagem informal, a preposição para reduz-se freqüentemente à forma pra.
a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em , entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.

Preposições acidentais
Aquelas que passaram a ser preposições, mas são provenientes de outras classes gramaticais, como: durante, afora, menos, salvo, conforme, exceto, como, que…
Exemplos:
Agimos conforme a atitude deles.
Conversamos muito durante a viagem.
Obtiveram como resposta um bilhete.
Ele terá que fazer o trabalho.
ela tem ´´que ´´chegar cedo na escola

Locução prepositiva
As locuções prepositivas são duas ou mais palavras que funcionam solidariamente como preposições. Sempre que há uma locução prepositiva, a segunda palavra do conjunto por si só é uma preposição. Existe uma infinidade de locuções prepositivas, segue alguns exemplos: “graças a”; “para com”; “dentro de”; “em frente a”; “perto de”; “por entre”; “de acordo com”; “em vez de”; “apesar de”; “a respeito de”; “junto de”; “por cima de”; “em cima de”; acerca de; a fim de; apesar de; através de; de acordo com; em cima de; em vez de; junto de; para com; à procura de; à busca de; à distância de; além de; antes de; depois de; à maneira de; junto a; a par de; entre outras.
As locuções prepositivas têm sempre como último componente uma preposição.

As preposições a, de, em e per unem-se a certas palavras formando um só vocábulo. Essa união pode ser por:

Combinação
Junção de algumas preposições com outras palavras, quando não há alteração fonética.
Ex: ao (a+o); aonde (a+onde).
Dá-se a combinação com:
– a preposição a + artigos definidos o, os.
Fomos ao teatro. (ao = a + o)
Os alunos responderam aos professores. (aos = a + os)
– a preposição a + advérbio onde.
Não vou aonde você vai.

Contração

Junção de algumas preposições com outras palavras, quando a preposição sofre redução.
Ex. do (de + o); neste (em + este); à (a + a)
Observação: Não se deve contrair a preposição “de” com o artigo que inicia o sujeito de um verbo, nem com o pronome “ele(s)”, “ela(s)”, quando estes funcionarem como sujeito de um verbo. Por exemplo, a frase “Isso não depende do professor querer” está errada, pois professor funciona como sujeito do verbo querer. Portanto a frase deve ser “Isso não depende de o professor querer” ou “Isso não depende de ele querer”.

Dá-se a contração com as preposições:

De+artigos
de + o(s) = do(s)
de + a(s) = da(s)
de + um = dum
de + uma = duma
de + uns = duns
de + umas = dumas

De + pronome pessoal
de + ele(s) = dele(s)
de + ela(s) = dela(s)

De + pronomes demonstrativos
de + este(s) = deste(s)
de + esta(s) = desta(s)
de + esse(s) = desse(s)
de + essa(s) = dessa(s)
de + aquele(s) = daquele(s)
de + aquela(s) = daquela(s)
de + isto = disto
de + isso = disso
de + aquilo = daquilo

De + advérbios
de + aqui = daqui
de + aí = daí
de + ali = dali

De + pronome indefinido
de + outro(s) = doutro(s)
de + aoutra(s) = doutra(s)

Em + artigos
em + o(s) = no(s)
em + a(s) = na(s)
em + um = num
em + uma = numa
em + uns = nuns
em + umas = numas

A+ artigo feminino
a+ a(s) = à(s)

A + pronomes demonstrativos
a+ aquele(s) = àquele(s)
a+ aquela(s) = àquela(s)
a+ aquilo = àquilo

Per + artigos
per + o(s) = pelo(s)
per + a(s) = pela(s)

Em + pronomes demonstrativos
em + este(s) = neste(s)
em + esta(s) = nesta(s)
em + esse(s) = nesse(s)
em + essa(s) = nessa(s)
em + aquele(s) = naquele(s)
em + aquela(s) = naquela(s)
em + isto = nisto
em + isso = nisso
em + aquilo = naquilo

Circunstâncias

As preposições podem indicar diversas circunstâncias:
Lugar = Estivemos em Lisboa.
Origem = Essas maçãs vieram do Japão.
Meio = Apanhou de chinelo
Posse = Recebeu a herança do avô.
Matéria = Comprei roupas de lã.
Valor = Camisa de dez Euros.
Autoria = Quadro de Leonardo da Vinci.
Tempo = Eu cheguei em ponto/ A favor da maioridade penal aos 16 anos. (Observação: o aos tem valor de : a partir de..)
Modo = Chegar aos gritos.
Causa = Tremer de frio.
Assunto = Falar sobre política.
Fim ou finalidade = Vir em socorro.
Instrumento = Escrever a lápis.
Companhia = Sair com os amigos.
Oposição = O Flamengo jogou contra o Fluminense.
Conteúdo = Copo de (com) vinho.
Preço = Livro de seis reais.
Destino = Ir a Roma.
Distância = Parar a três passos da porta.
Limite =Ir até a escola.

Anúncios
Esse post foi publicado em Predicado II - Preposições. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s