>Hífen

>Utiliza-se hífen no processo de formação de palavras por prefixação quando:

1. LETRA H

Com qualquer prefixo, usa-se sempre o hífen diante de palavra iniciada por H:

anti-higiênico, eletro-hidráulico, extra-horário, macro-história, mini-hotel.

Atenção:

Não se usa, no entanto, o hífen em formações que contêm em geral os prefixos des- e in- e nos quais o segundo elemento perdeu o h inicial:
desumano, desumidificar, inábil, inumano, etc.

2. VOGAL + VOGAL IGUAL

Deve-se empregar o hífen nas formações em que o prefixo termina na mesma vogal com que se inicia o segundo elemento:

Anti-ibérico, contra-almirante, infra-axilar, micro-onda, semi-interno, auto-observação, etc.

Atenção:

Nas formações com o prefixo co-, esse aglutina-se em geral com o segundo elemento mesmo quando iniciado por o:

coobrigação, cooperação, coordenar, etc.

3. VOGAL, M, N

Emprega-se o hífen nas formações com prefixos circum- ou pan- quando o segundo elemento iniciar por vogal, m ou n (além de h, conforme item 1):

circum-escolar, circum-murado, circum-navegação, pan-africano, pan-americano, pan-mágico, etc.

4. LETRA R

Como na regra anterior ao Acordo, os prefixos hiper-, inter- e super- formam palavras com o hífen se o segundo elemento iniciar por h ou r:

hiper-requintado, inter-resistente, super-revista.

5. PREFIXOS COMUNS

O hífen será mantido com os seguintes prefixos:

pré: pré-vestibular;

pró: pró-reitor;

pós: pós-graduação;

além: além-túmulo;

aquém: aquém-mar;

recém: recém-nascido;

ex: ex-professor;

vice: vice-governador.

SEM HÍFEN

Os prefixos que formam palavras por aglutinação devem ser empregados sem o hífen quando:

1. VOGAL + S ou R

Quando o prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com S ou R, a consoante é duplicada, e a palavra é grafada sem hífen:

antirracismo, contrarregra, semirreta, ultrassom, etc.

2. VOGAL + VOGAL DIFERENTE
O hífen deixa de ser usado quando o prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com vogal diferente:

autoescola, extraoficial, infraestrutura, semianalfabeto, etc.

Atenção:

Além dessas modificações, as quais se referem à prefixação, o Acordo Ortográfico especifica as mudanças no uso do hífen em outros processos de formação de palavras.

Cabe ressaltar, neste espaço, as mudanças para certas palavras das quais se perdeu a noção de composição, e, portanto, grafam-se, de agora em diante, de forma aglutinada:

paraquedista, paraquedas, mandachuva, etc.

Anúncios
Esse post foi publicado em Hífen. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s